​Postagens

“Uma mistura de sentimentos, eu tenho certeza que quem ler o livro vai ter a sua fé fortalecida...“, disse a personagem Elô em sua resenha.

May 11, 2016

 “Quem ler o livro vai encontrar ali força pra poder lutar contra as dificuldades.“, disse a personagem Elô. 

 

 (personagens Pra. Elô e Pr. Fernandes, no lançamento do livro)

 

 Após a resenha feita pelo próprio autor no canal do livro, foi a vez da carismática personagem Elô. Ela contou para o site o seu envolvimento com o livro e disse ter lido em apenas 3 dias. Confira, logo a baixo, o depoimento de umas das profetas do livro:

 

 O início do livro me fez voltar em um tempo que não vivi por conhecer a Silvia, imaginei ela pequena, indo à escola. 

 

 Achei bem interessante o convívio dela com os primos. Foi muito engraçado vê-la com vergonha do fusca, apesar de ter tido uma boa infância, era recalcada.

 

 O apego dela com avó, as promessas que elas faziam dizendo que iriam emagrecer. (risos)

 

 A vinda dela ao Japão, fez com que a vida dela começasse a dar uma mudada bem radical, até mesmo por ela buscar os sonhos, que no final, acabaram fazendo com que ela trocasse os pés pelas mãos. Com isso vieram as decepções. 

 

 Ela teve a fase “malvadinha“, de vilã. Vendo essa mudança dela como as decepções, vemos que os problemas podem nos mudar, como aconteceu com ela. Não era isso que ela queria, essa não era ela. Essa só era as desilusões que a circunstância moldou.

 

 Quando ela encontrou o Braz, até me lembro que ela falava dele no trabalho e a gente ficava na torcida, dando o maior apoio. Ele surpreendeu ela, não foi um amor que brotou na amizade, mas parecia que ele já gostava dela antes mesmo dela perceber.


 Um começou a gostar do outro e os dois viraram cúmplices. “Foi um cuidado de Deus.“, e através Dele, uma simples pessoa, fez dela uma mulher feliz.

 

 Eu achei um romance de novela, de filme, porquê vou te falar, é difícil você encontrar uma pessoa assim, um homem que faz tudo pela mulher, mesmo na doença, na debilidade dela, ele se manteve do mesmo jeito, não titubeou o sentimento que tinha por ela.

 

 Foi um presente de Deus pra Silvia e eu acredito que o Braz teve a Silvia como um presente também.

 

 Eu achei o livro “O romance“.

 

Outro ponto marcante é o valor da família.

 

Na verdade, não é só pela doença. Mas todos foram unidos, na alegria, nas dificuldades, estavam todos juntos, dando amor, carinho, apoio...

 

 No início, eu disse que a Silvia trocou “os pés pela as mãos“, em momento algum a família desapontou. As pessoas que irão ler o livro reconhecerão.

 

A família alí junto, imagina se eles não estivessem alí com ela.

 

Eu agradeço a Deus, foi bom, foi importante.

 

 O ápice do suspence pra mim, foi quando o médico falou que não ia passar daquela noite. Nós oramos e isso pra mim foi tremendo e, de repente, a gente começou a ver ela reagir.

 

 Foi bem com o coração na mão...

 

 Outro ápice de suspense, foi no final, com a chegada do Kayky... Aqueles números, eu fiquei assim, tentando imaginar.

 

 Eu chorei praticamente o livro todo. Me emocionei vendo as partes das fotos. Na verdade, quando comecei a ler e vivienciar o início dele, voltei em uma parte da história que eu não participei, falava: “Como ela era quando pequena!?“. Fiquei curiosa, mas só olhei as fotos no final mesmo, e quando olhei, “chorei muito“.

 

 Eu me emocionei por ela falar que era feia, era como se a vida dela passasse nas fotos. Seria viver tudo que você leu, aí parece que o livro passa na cabeça, pois o autor colocou as fotos em sequência.

 

 O livro pra mim foi isso, uma mistura de sentimento, e eu tenho certeza que quem ler vai ter a sua fé fortalecida. Irão ver como as dificuldade não deixaram com o que a Silvia desistisse, ela lutou ainda mais. 

 Eu creio que Jesus deu essa força a ela. Segundo o amor do Braz e o amor da familia. Resumindo, o que fez ela lutar foi o “amor“.

 

 Eu quando terminei de ler o livro, até postei no facebook quem nos separara do amor de Cristo

. Não foi a doença, não foram as dores, as dificuldade, e nem a morte conseguiu separar o amor de Deus...

 

 Quem ler o livro, vai encontrar ali força pra poder lutar contra as dificuldades.

 

Deus é perfeito, Ele faz tudo certinho, às vezes, nós pensa que não, mas, quando olhamos pra trás...

 

“Não importa as dificuldades, nós temos que ter um coração grato. A Silvia sempre teve um coração grato, a gente tem que ser firme, lutar e, principalmente, ter o amor de Deus pra superar toda dificuldade“

 

 Valeu muito a pena ter adquirido o livro, por ser uma história verdadeira, apesar da Silvia não estar entre nós, não é sinal de derrota, a morte não significa derrota.

 

Faça como a personagem Elô, adquira já o seu exemplar (clique aqui)

 

 

 

 

Please reload